terça-feira, 21 de outubro de 2008

SOS

Na espera de resposta de um estágio, com a faculdade (ainda) em greve e com pouco dindim em caixa, me restam poucas opções para preencher o dia. Monges budistas do Butão devem ter um cotidiano mais empolgante. Começo a observar marcas no piso de casa e depressões no sofá e no colchão, resultado da repetição dos mesmos gestos todo santo dia. A internet está perdendo a graça e só o que me salva é a TV a cabo. 

Se, antes eu resmungava que mal conseguia ligar a televisão durante a semana pela falta de tempo, agora a situação se inverteu. Programação do Sony e da Warner? Sei inteirinha. Ainda estou resistindo aos leilões bovinos do Canal Rural, mas vejo os tempos sombrios da decadência total se aproximando. O bom é que consigo ver todas as séries amadas e conhecer novos programas (como o seriado bacaninha My Boys, o caça-subcelebridades-gringas TMZ e o talk show da Ellen Degeneres).

Além dos filmes e programas sobre música do Canal Brasil, assisto ao GNT e recebo doses nada homeopáticas de Grey's Anatomy, Gilmore Girls, House, Law & Order e Scrubs. Redescobri um seriado de que eu nem lembrava o quanto sentia falta: That 70's Show. Passo mal de rir com as vinhetas psicodélicas e com aquelas conversas dos personagens no porão da casa do Eric, sempre com uma fumaça muito suspeita em volta. Que saudades do Fez e da música de abertura. Com exceção desses singelos momentos de alegria, estou ficando entediada e com um desejo incontrolável de dizimar todos os doces da geladeira. Salvem-me.


Um comentário:

"Amandla Awetú" Bumani disse...

Questão de tempo, apenas...