domingo, 28 de setembro de 2008

Alguém invente (logo) o pára-brisas para óculos

Mais um domingo atipicamente frio e chuvoso no Rio. Dia de usar cachecol, bota de cano alto e me empanturrar de doces de São Cosme e Damião (doados gentilmente pela minha vizinha) usando a desculpa de que preciso de reserva lipídica. Não tem Kleenex que deixe as lentes dos óculos menos turvas.

Como em Magnólia (aquele filme com Tom-Cruise-cabelinho-chanel e Philip Seymour Hoffman), acredito que o clima afeta o humor dos indivíduos. No frio, a gente acaba ficando mais introspectivo e solitário, com vontade de ter os pés aquecidos por outros pés. De comer chocolate e ver tv a cabo, de ouvir jazz ou música tocada no violão ou piano (nesse exato momento, a opção é Aimee Mann, por sinal, trilha de Magnólia). As horas demoram mais a passar; melhor aproveitá-las em boa companhia.

A serotonina da barra de chocolate devorada em segundos já começa a fazer efeito e aplacar o motim hormonal de hoje mais cedo. Chegam boas novas por telefone. Life's sweet sometimes...



 

Um comentário:

Felipe disse...

Luanda,
sou fã desse blog! Sensacional...


Em tempo: vou desenvolver o pára-brisas lá no setor de pesquisa em que trabalho.hehehe


Felipe Melo